Noticias do Mundo Animal

Noticias diversas do Mundo Animal

São Paulo tem primeiro caso de raiva animal desde 2012

Desde 2012 sem casos de raiva animal no Estado de São Paulo, a Prefeitura de Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo) confirmou na tarde desta quinta (16) a morte de um cachorro com a doença. Os últimos dois casos também haviam sido registrados em Ribeirão. E, desde então, São Paulo não tinha registro da doença em animais domésticos, de acordo com a assessoria da Secretaria de Estado da Saúde. De acordo com a prefeitura, o cachorro morreu no último dia 8. Ele foi atendido em uma clínica particular, com excesso de saliva e dificuldade de engolir.

O corpo do animal foi encaminhado para o Centro de Controle de Zoonoses do município, que colheu material para análise e encaminhou ao Instituto Pasteur, da Secretaria do Estado de Saúde. O instituto, segundo a prefeitura, confirmou que o animal estava com raiva. Normalmente iniciada em agosto, a campanha de vacinação no Estado de São Paulo neste ano foi adiada para o mês de novembro.

No fim de agosto, o Ministério da Saúde informou que, como o Estado não registrava nenhum caso desde 2012, não era considerado "prioritário" e, por isso, não haveria prejuízo ao controle da raiva. A Prefeitura de Ribeirão Preto informou que, para evitar novos casos da doença na cidade, irá realizar uma ação de bloqueio contra a raiva, vacinando os cães de casa em casa, neste sábado (18), na região do Jardim Salgado Filho, onde morava o animal.

Ainda segundo a prefeitura, a principal hipótese é de que a transmissão da doença para o cachorro tenha sido feita por um morcego. A raiva é uma doença viral, que pode ser transmitida entre os animais por meio da mordida, inclusive podendo contaminar o homem. Quando infectados, a taxa de letalidade em humanos é próxima a 100%.

O ministério informou que o caso não torna o Estado endêmico e, por isso, continua não sendo prioritário para a vacinação. Ainda segundo a pasta, já foram distribuídas 5 milhões de doses para SP e que foi reforçada a importância da ação de bloqueio para evitar novos casos.

Fonte http://www1.folha.uol.com.br/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 20 de outubro de 2014 por em Uncategorized.

Irmão Animal

%d blogueiros gostam disto: